TrueBlood • Conteúdo
navegue no site
E saiba tudo sobre o seriado True Blood.

- SERIADO -
- LIVROS -
- ESCRITORA -
- PERSONAGENS -
- ELENCO (ATORES) -
- DOWNLOADS -
- TRILHA SONORA -

Temporadas
Clique nas imagens para saber mais sobre cada temporada.


Observação: A quinta temporada ainda não esta ai. Colocarei ela quando a temporada estiver completa com todos os episódios.

Links diversos
parte extra do conteúdo.

Voltar ao inicio.
FlogVip.
Fotos.
Nos adicione..
Crepusculo.
Créditos.

Saiba tudo sobre o seriado True Blood.
Sinopse, produção, entre outros.

Sinopse:

Numa nova era de evolução científica, os vampiros conseguiram deixar de ser monstros lendários para se tornarem cidadãos comuns. Essa mudança, que aconteceu do dia para a noite, deve-se a cientistas japoneses, que inventaram um sangue sintético, fazendo com que os humanos deixassem de ser o seu prato principal. Já os humanos ainda não se sentem totalmente seguros convivendo lado a lado com toda a legião de vampiros que está saindo de seus caixões. Ao redor do mundo, cada um escolheu o seu lado a favor ou contra essa revolução, mas numa pequena cidade de Lousiana, as pessoas ainda estão formando a sua opinião. Sookie, garçonete de um pequena lanchonete, tem o poder de ouvir os pensamentos das pessoas e não vê problemas na integração desses novos membros à sociedade, principalmente quando se trata de Bill Compton, um atraente vampiro de 173 anos de idade. Mas ela pode vir a mudar de opinião, à medida que desvenda os mistérios que envolvem a chegada de Bill a sua cidade.

Desenvolvimento (produção) :

O criador da série, Alan Ball já havia trabalhado com o canal pago HBO no seriado Six Feet Under, que teve cinco temporadas. Em outubro de 2005, depois do fim de Six Feet Under, Ball assinou um contrato de dois anos com a HBO para desenvolver e produzir um novo seriado para o canal. True Blood se tornou o primeiro projecto do acordo, após Ball torna-se familiarizado com Charlaine Harris, a criadora dos livros que inspiraram a serie. Tudo começou quando Ball fora a uma consulta odontológica, e estava navegando pela Barnes and Noble e deparou-se com Dead Until Dark, o primeiro volume da série de Harris. Apreciou e leu instantaneamente o primeiro livro, e acabou se interessando em "trazer a visão de Harris para a televisão". No entanto, Harris já tinha duas opções para a adaptação de outros livros. Ele disse que ela o escolheu porque Ball "realmente a convenceu, por sentir que ele entendia seus livros".
O piloto logo foi encomendado, com a direção, roteiro, e produção por Ball, que termina de escolher vários outros roteiristas. Os membros do elenco Paquin, Kwanten e Trammell foram anunciados em fevereiro de 2007 e Moyer mais tarde, em abril. O piloto foi filmado no início do verão de 2007 e foi oficialmente escolhido para exibição em Agosto, altura em que Ball já tinha escrito vários outros episódios. A produção sofreu uma perda depois que Brook Kerr (que retratou Tara Thornton no piloto original) saiu, mas logo foi substituída por Rutina Wesley. Mais dois episódios da série tinham sido filmados antes da greve dos roteiristas, encerrando o ciclo de 12 episódio da primeira temporada em 2008. Em setembro, depois de apenas dois primeiros episódios da série terem ido ao ar, a HBO encomendou uma segunda temporada de doze episódios, com produção programada para começar em janeiro de 2009 para a estreia no verão do mesmo ano.

Escolha do Elenco (produção) :

True Blood engloba um conjunto amplo de um elenco composto por personagens regulares e centrais, e um grupo rotativo de personagens coadjuvantes. Embora a série seja rodada na cidade estadunidense ficcional Bon Temps, Louisiana, um número notável de atores que compõem o elenco são de varias nacionalidades, não sendo portanto apenas atores americanos. Em uma entrevista, Allan Ball explicou que não intencionalmente procurou atores que não sejam americanos, mas estava disposto a ir a qualquer lugar que precisasse para “encontrar atores que fariam os personagens dos livros respirarem ”. Ball também explicou que desde do inicio havia um foco em procurar atores que interpretassem o personagem de maneira convincente e não aqueles que se assemelham fisicamente às personagens descritas nos livros. Observando que há uma nítida diferença entre os personagens retratados em True Blood e os descritos nos livros da coleção Vampiros do Sul, ele descreveu seu trabalho como bem compreensivo em termos de uma reinterpretação do trabalho da criadora dos livros Charlaine Harris.

Abertura (produção) :

Indicada ao Emmy na categoria de melhor abertura foi criada pela Digital Kitchen, um estúdio de produção, que também foi responsável por criar a abertura dos seriados Six Feet Under e Dexter. A abertura tem como musica de fundo a canção "Bad Things" de Jace Everett, e conceitualmente, é construída a partir da mistura de imagens contraditórias que envolvem sexo, violência e religião, projetadas ao ponto de vista do "sobrenatural".
Desejava também explorar ideias de redenção e perdão, além de reproduzir a atmosfera típica de Lousiana, pois a maioria das imagens utilizadas na abertura foi filmada por quatro dias nesta cidade, além de gravações em Chicago com pequenas participações de vários membros da Digital Kitchen na abertura.
Na edição da abertura, quis expressar-se o "fanatismo religioso" e "energia sexual" que pode corromper o homem e torná-los animalescos. Assim, vários quadros foram cortadas para dar uma sensação de movimentos agitados, enquanto outras cenas foram simplesmente jogados, e alguns exibidas no slow motion. Alguns cortes, tal como a decomposição de um animal, foram feitos digitalmente, e algumas cenas produzidas quadros por quadros.

Mitologia (produção) :
Dentro do universo ficcional retratado em True Blood, a série traz uma realidade com a existência de várias criaturas sobrenaturais, tais como telepatas, metamorfos e vários outros. O seriado dá enfoque aos vampiros e sua mitologia pois, dois anos antes dos eventos que ocorrem durante a série, os vampiros "saíram do caixão" quando cientistas do Japão inventaram uma forma sintética de sangue chamada "True Blood". Com isto, estes não necessitam mais do sangue humano para sobreviver e são capazes de se integrar na sociedade humana, desenvolvendo assim uma trama que traz o preconceito e a "luta" entre raças e por direitos vampíricos como enfoques principais. O universo retratado na série se assemelha muito com a série de livros de RPG de The World of Darkness, da editora White Wolf, principalmente em seu livros sobre vampiros, em português "Vampiro: A Máscara".

Voltar a pagina principal.




Esta pagina de conteúdo foi desenvolvida por mim Lais Craveiro, porém a base inicial do conteúdo
foi desenvolvido pela Isadora Blota (goldenfleece). Por isso, ela mereçe os creditos. Para esta pagina de conteúdo
ser criada eu precisei utilizar alguns textos, downloads, entre outras coisas de outros sites, por isso, visitem a parte
"Créditos". TrueBlood, o maior conteúdo sobre True Blood, para você. Todos os direitos reservados ©